Mundo Xuxalândia

Biografia Xuxa

Biografia Xuxa

Maria da Graça "Xuxa" Meneghel (Santa Rosa, 27 de março de 1963) é uma apresentadora de televisão, cantora pop infantil,,modelo e empresária brasileira.Duas vezes vencedora do Grammy Latino de melhor álbum infantil, é conhecida também pelo epíteto de Rainha dos Baixinhos.

Xuxa construiu um império de entretenimento infantil que se ramificou em todo Brasil e América Latina, chegou a apresentar programas de TV na Argentina, Espanha e Estados Unidos. Como cantora lançou 28 álbuns de estúdio, 13 compilações, oito álbuns em espanhol, além de três DVDs com registros de shows, quatro opções de box com coleções, 200 Videoclipes e mais de 110 singles, que já venderam mais de 45 milhões de cópias. O seu terceiro disco foi o responsável por seu maior recorde fonográfico, o Xou da Xuxa 3 (3,3 milhões de cópias) estabelecendo-se como o álbum mais expressivo em vendas no mercado latino-americano. Entre 1986 e 1992, chegou a receber cerca de 139 discos de ouro, 52 de platina e 10 de diamante - atingindo 18 milhões de álbuns vendidos. É a artista com o maior número de vendas pela gravadora Som Livre.

Possui a maior média de público desde a retomada do cinema nacional, seu maior sucesso de bilheteria foi com o filme Lua de Cristal (1990), com de 4,8 milhões de espectadores, acumulando a maior bilheteria do cinema brasileiro, com mais de 37 milhões de pessoas.

Xuxa é uma das celebridades brasileiras mais conhecidas no exterior,seu patrimônio líquido é estimado em R$ 1,5 bilhão . Sendo inclusive, eleita em 1991 pela Forbes como umas das personalidades mais bem pagas do ano, sendo a primeira latino-americana a entrar na lista.

 

 

 

Nascimento e família

Maria da Graça Meneghel, nasceu em Santa Rosa, interior do estado do Rio Grande do Sul, em 27 de março de 1963. Seu pai, Luís Floriano Meneghel, ao saber que o bebê e a mãe corriam risco de vida durante o parto, prometeu dar-lhe um nome em homenagem à Nossa Senhora da Graça se tudo terminasse bem. Entretanto, a pequena Maria da Graça viria a ser conhecida pelo apelido de "Xuxa" atribuído pelo irmão Bladimir. Em 1988 a apresentadora incorporou oficialmente mediante sentença judicial o apelido e seu nome completo passou a ser Maria da Graça Xuxa Meneghel .

Xuxa é descendentes de italianos da localidade de Imer, província autónoma de Trento. Seu bisavô imigrou para o Brasil no fim século XIX. Em 2013 teve sua nacionalidade italiana reconhecida,

A mãe da apresentadora, dona Alda Flores da Rocha Meneghel, é portadora do mal de Parkinson e diabetes mellitus.

 

 

Infância

Xuxa passou a primeira infância em sua cidade natal e aos sete anos toda sua família mudou-se para a cidade do Rio de Janeiro, onde viveu no bairro de Bento Ribeiro, subúrbio da capital fluminense.

 

 

Início da fama

Aos dezesseis anos, posou para a capa da revista "Carinho", somente no ano de 1980 foi capa de mais de 80 revistas, tendo posado mais tarde para diversas outras, inclusive masculinas, entre elas um ensaio nu para a Playboy, capa da edição de dezembro de 1982, e que seria reeditada na Argentina em 1991. Nesta época, Xuxa namorava o ex-jogador Pelé , o que lhe proporcionou visibilidade na mídia, expondo publicamente na TV e em revistas, sua vida pessoal, o que lhe foi absolutamente útil. Em 1984, graças também à frequente exposição ao lado do ex-jogador, Xuxa foi contratada como modelo nos Estados Unidos pela Ford Models.

 

 

 

Maternidade

Em 28 de julho de 1998 Xuxa deu à luz Sasha Meneghel Szafir, filha que teve com o empresário e ator Luciano Szafir. No dia do nascimento o principal telejornal do país (Jornal Nacional, da Rede Globo) destacou o parto com uma matéria com 10 minutos de duração.

 

 

 

Residências

Atualmente Xuxa mora no maior condomínio de luxo do Brasil, o Condomínio Malibu, localizado na Barra da Tijuca no Rio de Janeiro. A mansão é estimada em R$ 15 milhões. Xuxa possuiu também no Rio de Janeiro um rancho, conhecido como "Casa Rosa" com 89 mil metros quadrados, uma cobertura num apartamento na Barra da Tijuca e uma fazenda em Rio Bonito, interior do RJ.

Além das residências no Rio de Janeiro, Xuxa possui uma Ilha em Fortaleza, Ceará, onde passou muitas das suas férias na década de 1990 e em 2010 se refugiou durante o Carnaval, um apartamento em Nova Iorque e uma casa em Orlando, Flórida, localizada nas imediações do parque Walt Disney World.

Segundo o colunista Andrei Lara, do jornal sul fluminense "Diário do Vale", a apresentadora comprou uma casa, recentemente, na praia do Leste, na cidade de Angra dos Reis, próximo inclusive onde o empresario Eike Batista tem uma propriedade.

 

 

 

Ativismo

Em de junho de 2007, Xuxa encontrou-se com o presidente Lula para lançar em Brasília a campanha nacional Não Bata, Eduque!, contra os castigos físicos e humilhantes em crianças. 

No mesmo dia em que se apresentou no Live Earth, dia 7 de julho de 2007, Xuxa lançou o XSPB 7 - Brincadeiras, em São Paulo. O DVD, produzido pela Conspiração Filmes, resgatou brinquedos e brincadeiras esquecidos com o tempo e rapidamente entrou para a lista dos mais vendidos. 

Em março de 2008, a apresentadora lançou a campanha pelo "Uso responsável da internet", a iniciativa é uma parceria da Fundação Xuxa Meneghel. Também em 2008, Xuxa recebeu a medalha de honra na "ECO 2008" em Brasília, por causa do trabalho sócio-ambiental realizado pela sua fundação . Em novembro do mesmo ano, Xuxa recebeu em Mônaco, na Europa, do príncipe Albert, uma homenagem pela sua dedicação filantrópica pelas crianças no Brasil.

Em agosto de 2010, Xuxa foi convidada pelo presidente nacional do SESI, Jair Meneguelli, para ser madrinha nacional da campanha contra exploração sexual de jovens. O projeto chama-se "Vira, vida" atende meninos e meninas de 16 a 21 anos que viveram em situação de violência. Além disso, Xuxa é madrinha da Campanha Carinho de Verdade, que busca conscientizar a sociedade sobre o problema da abuso sexual de crianças e adolescentes

Depois de uma pesquisa, feita pela equipe do ex-vice-presidente americano Al Gore, Xuxa foi escolhida para representar o Brasil no show internacional Live Earth, além de se tornar a porta-voz da causa no país. O show aconteceu simultaneamente em sete países, no dia 7 de julho. O espetáculo pretendeu alertar sobre os efeitos das mudanças climáticas na Terra.

Em maio de 2011, Xuxa e a rainha Sílvia da Suécia, fundadora da organização internacional World Childhood Foundation, participaram do debate: Experiências de Legislação Contra Castigos Corporais de Crianças e Adolescentes, realizado na Câmara dos Deputados, em Brasília. O objetivo do evento era discutir a experiência da Suécia, país pioneiro no enfrentamento aos castigos corporais há mais de 30 anos, e de países como Costa Rica, Venezuela e Uruguai, que já adotaram leis semelhantes. A ministra daSecretaria dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, também compareceu ao encontro.

 

Em setembro de 2011, a cantora colombiana Shakira e a apresentadora Xuxa se uniram, através de suas fundações beneficentes, para ajudar às crianças menores de seis anos de comunidades mais pobres do Brasil. As duas artistas e autoridades do Governo brasileiro assinaram acordo no Rio de Janeiro de cooperação em que seus primeiros quatro anos pretendem levar "melhor educação" a crianças de 100 centros educativos no Brasil.

Na assinatura do acordo, realizada na comunidade Cidade de Deus, participaram, além de Shakira e Xuxa, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral.O programa contempla a capacitação dos profissionais que trabalham nos jardins e pré-escolas públicas do país, em áreas como metodologia pedagógica de qualidade, seleção de recursos humanos, formação profissional de professores e trabalho com a família e a comunidade.

A Fundación Alas, liderada pela Shakira, trabalha para impulsionar o desenvolvimento infantil como o melhor investimento para aAmérica Latina, enquanto a Fundação Xuxa Meneghel, a cargo da cantora brasileira de música infantil, atua como uma rede que procura o respeito da convenção sobre os direitos da infância.

Em 2012, ela concedeu uma entrevista ao Fantástico mencionando que foi vítima de abuso sexual quando era menor de idade e que trauma a fez lutar pelos direitos das crianças. 

Xuxa é madrinha da Campanha Trinacional de Combate à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, que reúne Brasil,Paraguai e Argentina. Por meio da Fundação Xuxa Meneghel, a apresentadora cederá sua imagem para a produção dos materiais publicitários de toda a campanha. A iniciativa reúne a Itaipu Binacional, as secretarias municipais de Assistência Social e Turismo,Organização Internacional do Trabalho (OIT), Conselho Municipal do Turismo, Vara da Infância e da Juventude, Ministério Público do Trabalho, Rede Proteger e representantes de entidades do Paraguai e da Argentina.

Em 21 de maio de 2014, a presidente Dilma Rousseff sancionou a lei que torna hediondo o crime de exploração sexual de crianças e adolescentes, ao lado da apresentadora Xuxa e da ministra Ideli Salvatti. Pelo Twitter, Dilma disse que a imposição de penas mais duras vai fortalecer o combate a esse tipo de crime. “A partir de hoje, o Brasil passa a contar com um forte instrumento legal na luta contra a exploração sexual de crianças e adolescentes. Sancionei a lei que faz dessa prática um crime hediondo, impondo sentenças mais duras. Essa lei fortalece nossa batalha contra um crime que fere nossas crianças e envergonha o país”, escreveu a presidenta em sua conta pessoal na rede social. A ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Ideli Salvatti, comemorou a sanção da lei e também avaliou que a mudança vai endurecer o enfrentamento dessa prática criminosa. “É uma forma de agravar a pena e buscar inibir essa forma de violência”, avaliou. A apresentadora Xuxa, que se reuniu com Dilma e participou da cerimônia de sanção no Palácio do Planalto, também comemorou a nova lei e disse que os condenados por esse tipo de crime agora serão punidos e “terão que pagar por muito tempo”.

Em 4 de junho, Xuxa acompanhou no plenário do Senado Federal a aprovação da “Lei da Palmada” (PLC 58/2014), que havia sido aprovada na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) da Câmara dos Deputados. Ao ser questionada sobre as críticas que alguns pais fazem sobre a proposta, principalmente sobre como vão educar os filhos, Xuxa afirmou que eles podem educar de qualquer maneira, mas sem violência: "Temos que mostrar que as pessoas podem e devem ensinar sem violência" — defendeu. Xuxa disse que o projeto deve ser tratado como Lei Menino Bernardo, e não Lei da Palmada.

 

 

 

 

Carreira na televisão

 

1983-1985: Rede Manchete

Em 1983, Xuxa foi convidada pelo diretor Maurício Sherman para apresentar o Clube da Criança, na extinta Rede Manchete. Neste período, trabalhava como modelo durante a semana, em Nova York - Estados Unidos, e gravava o "Clube" nos finais de semana no Brasil. Seu jeito irreverente de apresentar um programa infantil chamou a atenção, e em 1986 ela mudou de emissora e estreou o primeiro programa diário com seu nome: O Xou da Xuxa, na Rede Globo onde ficou contratada até 2014.

 

 

 

1986-1992: Xou da Xuxa

O Xou da Xuxa foi o primeiro programa da apresentadora na Rede Globo, estreou em 30 de junho de 1986. O programa marcou uma geração e até hoje é relembrado por milhões de jovens no Brasil e no Mundo. Xuxa chegava em uma nave cor-de-rosa, que despertava nas crianças o sonho de voar ao lado dela. Outro símbolo da época era o "beijinho da Xuxa", feito com batom, que deixava a "marquinha" da apresentadora. Nessa época a imprensa lhe deu o epíteto "Rainha dos Baixinhos".

Ao todo, foram 2000 programas no Brasil, exibidos em seis anos e sete meses, apenas neste tempo Xuxa colecionou 139 discos de ouro, 52 de platina e 10 de diamante – Somente neste período foram vendidas 18 milhões de cópias.

Em 1987, Xuxa engajou-se em uma campanha pelas crianças contra a poliomielite. A imagem de Xuxa foi associada a campanha e a mesma chegou a um recorde mundial na época : 97% da população infantil brasileira foi vacinada. Xuxa recebeu em Brasília - DF uma medalha das mãos do então presidente da república, José Sarney.

O terceiro disco foi o responsável pelo primeiro recorde fonográfico da apresentadora: entrar no Guinness Book Brazil (Livro dos Recordes) após vender 3,5 milhões de cópias com o Xou da Xuxa 3, em 1988. O disco trazia os hits: Ilariê, Arco-Íris, Abecedário da Xuxa e Brincar de Índio, entre outros. O "Xou da Xuxa 3" firmou-se como o álbum mais expressivo em vendas do mercado latino-americano.

O sucesso com o público fez Xuxa ganhar um segundo programa na grade global, em 1989. Bobeou Dançou era exibido no início das tardes de domingo e ela passou a comandar duas atrações ao mesmo tempo: uma de segunda a sábado e outra no domingo.

A crescente necessidade de cuidar de crianças a levou a inaugurar a Fundação Xuxa Meneghel em 12 de outubro de 1989. Isso aconteceu após uma visita a uma senhora na Pavuna, que abrigava de forma precária algumas crianças, e Xuxa vendo a cena comoveu-se: "-Se ela faz isso com tão pouco, por que eu não posso ajudar também?"

Em 1991, Xuxa protagonizou o especial humorístico Xuper Star, com direção de Jorge Fernando.

 

 

1991-1993: carreira internacional

O sucesso brasileiro do Xou da Xuxa e da apresentadora estendeu-se às crianças de outras nacionalidades. A partir de 1991, uma versão do programa em língua espanhola –El Show de Xuxa – era transmitida para 17 países da América Latina pela televisão argentina Telefe. O programa, líder de audiência no horário, ficou no ar por volta de dois anos. Cerca de dois milhões de crianças norte-americanas também assistiam ao programa – El Show –, que era exibido aos sábados e domingos pela rede Univisión. Em 1992, Xuxa lançou o Xuxa Park, infantil apresentado pela Tele 5 espanhola. Um programa homônimo, Xuxa Park, seria lançado pela Rede Globo em 1994.

Em 1993, com um contrato assinado com a produtora norte-americana MTM Enterprises, Xuxa foi para os Estados Unidos. A versão americana de seu programa – Xuxa –, falada em inglês, foi lançada naquele país em setembro do mesmo ano. Com meia hora de duração, o infantil continha brincadeiras, números musicais e quadros educativos. O programa era transmitido diariamente por um pool formado por cerca de 100 emissoras, que cobriam 85% do território norte-americano. Nessa época, a rede Univisión deixou de exibir El Show de Xuxa. 

 

 

 

1994-2002: sucesso aos fins de semana

Em 1994, estreia o Xuxa Park, que marca a volta de Xuxa à TV brasileira e se torna um grande sucesso entre o público infantil, agora exibido aos sábados, e no ano seguinte, o quadro Xuxa Hits se desmembra do programa e ganha horário próprio aos domingos, onde a apresentadora se destaca por suas fantasias, que era de Faxineira a Mulher-Gato.

Em 1996, Xuxa completa dez anos na Rede Globo e ganha dois programas especiais: o primeiro foi o Xuxa Park Especial de 10 anos exibido em 29 de junho, onde recebe várias homenagens dos amigos da emissora e da produção de seus programas. O segundo exibido na faixa Terça Nobre em 4 de julho, em que a apresentadora revê seus melhores momentos.

O ano de 1997 foi de grandes mudanças. O programa Xuxa Hits foi reformulado e passou a se chamar Planeta Xuxa, um dos maiores sucessos entre o público adolescente e também marca a volta da nave ao Xuxa Park, agora denominada Nave Filha. No fim do mesmo ano a apresentadora anuncia sua gravidez. Ao mesmo tempo que apresentava os dois programas, Xuxa divide com o público a emoção de ser mãe.

Entre os meses de agosto até o início de novembro de 1998, quando a apresentadora entra em licença-maternidade, vários artistas famosos se revezam no comando doPlaneta Xuxa, enquanto que o Xuxa Park se especulou que sua ex-paquita Andréia Sorvetão iria apresentar o programa, mas após uma pesquisa de mercado, a Rede Globoconstatou que o público preferia ver Xuxa o tempo todo em suas televisões, então em um improvisado estúdio montado em sua casa, a apresentadora gravou o especial Xuxa 12 Anos com Você.

 

 

 

2001-2004: grandes mudanças e volta à grade diária

No dia 11 de janeiro de 2001, um incêndio destruiu todo o cenário do programa Xuxa Park, deixando 26 pessoas feridas com queimaduras. Xuxa saiu ilesa, mas o programa foi retirado da grade de programação.

No início de 2002, foi exibida a segunda e última edição do Planeta Verão; no mesmo ano, devido ao fim da parceria com a diretora Marlene Mattos , o Planeta Xuxa acabou em julho; em outubro, estreou o programa Xuxa no Mundo da Imaginação , que marcou a volta da apresentadora à grade diária. Diferente dos outros programas infantis, este era direcionado a crianças de 0 a 10 anos, com teor mais educativo. Devido aos baixos índices de audiência, porém, o programa saiu do ar em 2004.

 

 

 

2005-2007: TV Xuxa (primeira fase)

Em abril de 2005, estreia a primeira fase do programa TV Xuxa, com moldes dos antigos programas Xou da Xuxa e Xuxa Park

Em 2006, Xuxa completou vinte anos na Rede Globo. Uma festa no Dia das Crianças reuniu milhares de convidados e amigos da apresentadora, numa casa de shows no Rio de Janeiro. A data foi marcada por momentos especiais, como a estreia do show Xuxa Festa, com direção artística de Gringo Cardia e repertório inspirado no XSPB 6. Xuxa ainda ganhou de presente o especial Xuxa 20 anos, que reuniu amigos, algumas Paquitas que estiveram ao seu lado e alguns dos melhores momentos da sua carreira na emissora, que foi exibido na tarde de sábado do dia 14 de dezembro de 2006.

Entre os meses de dezembro de 2007 a janeiro de 2008, estreia o game de verão Conexão Xuxa, nos moldes do antigo Planeta Verão.

 

 

 

2008-2014: mudança de público na TV

Depois de passar por dificuldades para se manter na liderança com seu programa infantil na emissora, Xuxa foi convencida pela direção da emissora e começou o ano de 2008focada em novos projetos. Em abril, reestreou o programa TV Xuxa reformulado, agora voltado para toda a família e transmitido nas tardes de sábados pela TV Globo. O programa apresentava atrações musicais, entrevistas, convidados e muito mais .Contudo, jamais conseguiu os mesmos índices de audiência que tinha antigamente. Em2013, a atração passou a ser dirigida por Boninho.

A ultima edição do programa foi ao ar em 25 de janeiro de 2014. Por problemas de saúde, Xuxa precisou ficar cerca de um ano afastada da TV. A apresentadora teve uma Sesamoidite (inflamação nos ossos sesamoides). O problema é causado pelo uso, em excesso, de salto alto em danças e apresentações. No comunicado emitido pela Globo, além do problema no pé da apresentadora, a emissora usou a Copa do Mundo e as eleições como justificativa para o fim da temporada de férias do "TV Xuxa".O ultimo programa registrou 12 pontos de audiência, segundo dados do IBOPE. No período, Xuxa chegou a renovar seu contrato de trabalho com a emissora carioca por mais três anos.

 

  

Carreira no cinema

 

Em 1990, um novo recorde: o filme Lua de Cristal, seu maior êxito de bilheteria, vendeu 4,178 milhões de ingressos e está em 21º lugar no ranking de filmes nacionais mais vistos de 1970 a 2011 segundo a Ancine (Agência Nacional do Cinema). Apesar de não se considerar atriz ou cantora, Xuxa pode somar em sua carreira mais de 30 milhões de discos vendidos, 30 anos de experiência como apresentadora e 20 filmes. Dona da maior média de público desde a retomada do cinema nacional, ela acumula a maior bilheteria do cinema brasileiro, mais de 37 milhões de pessoas. É a artista brasileira que atraiu o maior número de espectadores aos cinemas nos últimos 40 anos.

Curiosamente, sua carreira no cinema iniciou com um filme voltado para o público adulto. O filme Amor, Estranho Amor, contendo cenas de sexo com uma criança de doze anos, foi lançado em 1982. Devido a evolução de carreira para o público infantil, Xuxa posteriormente conseguiu na justiça que o filme fosse retirado do mercado . Em 2011 a apresentadora ganhou uma ação contra a Google para evitar que seu nome fosse relacionado à pedofilia.

Em 2009 Xuxa lançou o filme "Xuxa em: O Mistério de Feiurinha" contando o que acontece com as princesas depois do "Felizes para sempre". O filme foi estrelado por Sasha Meneghel nos cinemas e contou com a participação de Hebe Camargo, Luciano Szafir, Luciano Huck, Angélica e outros. O longa levou mais de 1.300.000 pessoas ao cinema e foi lançado no Brasil, Estados Unidos e Angola.

 

 

 

Carreira na música

 

Sucesso internacional

Em 1987, o jornal francês Libération inclui Xuxa na lista das 10 mulheres de maior destaque do planeta, ao lado da primeira-ministra inglesa Margaret Thatcher. 

Nesse período (1988/1989), Xuxa namorou o piloto de Fórmula 1, Ayrton Senna, morto em 1994.

É convidada em 1990 pela Academia de Artes & Ciências Televisivas dos Estados Unidos para entregar o Prêmio Emmy na categoria de melhor programa infantil e apresentar uma de suas canções, na festa de premiação. 

O The New York Times, destacou seu estrondoso sucesso no Brasil e na América Latina, em uma matéria feita pelo correspondente no Rio de Janeiro James Brooke. A publicação destaca as vendas de discos da apresentadora que em 1990, já chegavam à 12 milhões de cópias, além do seu sucesso no mercado latino, quando alcançou 300 mil cópias com o seu primeiro álbum em espanhol. Foi considera pela New York Magazine a Madonna latino-americana.

Em 1991, começou o Paradão da Xuxa. Foi neste ano que Xuxa fez sua estreia na TV Argentina com o El Show de Xuxa, exibido pela Telefé, a maior emissora do país. O programa conquistou a grade de 17 países latinos e ainda o mercado hispânico nos Estados Unidos.

Ainda em 1991, Xuxa aparece na 37ª colocação da Forbes entre as 40 mais ricas celebridades daquele ano, com um faturamento de US$ 19 milhões de dólares. Xuxa foi a primeira brasileira a integrar a lista.

Em 1992, ela lançou o programa Xuxa Park na Espanha, na Tele 5. Neste período, morava 15 dias no Brasil, quinze dias na Argentina e gravava uma vez por mês na Espanhapara dar conta de cinco programas simultâneos.

Em 1992 foi escolhida pela People, uma das 50 pessoas mais bonitas do planeta.

Em maio de 1993, a produtora MTM lançou o programa "XUXA" em inglês, em 121 canais nos Estados Unidos. Entretanto, um problema de coluna a obrigou a diminuir o ritmo de trabalho por alguns meses. Seu programa foi vendido para Israel, Japão, Rússia, e outros 75 países. O "XUXA" durou 2 anos nos Estados Unidos e foi exibido até o final de 1995.

No ano seguinte, Xuxa já estava recuperada e estreou no Brasil a versão local do Xuxa Park. O quadro Xuxa Hits, que aparecia no último bloco, ganhou mais espaço e ocupou a metade da duração do programa. Com o sucesso, em 1996 estrearia o bloco seria desmembrado e lançado como programa. No dia 5 de abril de 1997, estreou o Planeta Xuxa, inspirado no Xuxa Hits.

Inicialmente, o Planeta era exibido nas tardes de sábado e o Xuxa Park ficou com a totalidade das horas matinais. Só em 1998 em virtude da Copa do Mundo de Futebol oPlaneta Xuxa passou a ser exibido aos domingos, movendo o "Planeta" para o domingo, onde ficou até sua extinção, em 2002.

Com o sucesso do XSPB, Xuxa lançou na Argentina, em 2005, o audiovisual Xuxa Solamente Para Bajitos. Em 2010, foi eleita pelos leitores do Jornal Clarín a cantora brasileira preferida dos Argentinos.

Em abril de 2011, lança o programa Mundo da Xuxa, na TV Globo Internacional. A atração é exibida para assinantes brasileiros em todos os continentes de segunda à sexta-feira e mostra os melhores momentos da carreira da apresentadora na Globo, além de clipes do XSPB. 

 

 

Só Para Baixinhos

Como mãe, Xuxa percebeu uma carência de vídeos para crianças pequenas. Em 2001, ela idealizou o audiovisual Xuxa Só Para Baixinhos e o kit de CD e DVD. O Xuxa Só Para Baixinhos 2 teve reconhecimento mundial e conquistou o Grammy Latino de 2002 na categoria de Melhor Álbum Infantil.

Com o sucesso dos vídeos para os Baixinhos, Xuxa voltou à programação diária matinal com o programa Xuxa no Mundo da Imaginação. Era voltado para um público de 0 a 10 anos.

Em 2003, Xuxa foi indicada novamente ao Grammy pelo Xuxa Só Para Baixinhos 3 e levou o segundo troféu na mesma categoria.

No dia 30 de junho de 2003, ela inaugurou um parque de diversões com o seu nome. O Mundo da Xuxa, localizado em São Paulo, numa área de 12mil m², é o maior parque de diversões indoor (coberto) da América Latina e possui mais de 18 atrações. O "O Mundo da Xuxa" faz parte do grupo dos 3 parques de diversões que mais faturam no Brasil, juntos os 3 parques faturam cerca de R$ 220 milhões por ano.

Em 2004, pela terceira vez consecutiva, ela concorreu com o vídeo Xuxa Só Para Baixinhos 4 na mesma categoria. A 5ª edição, Xuxa Circo, tornou-se enorme sucesso de vendas e foi transformado em show, que arrastou multidões para as casas de espetáculos. Em 2005, o Xuxa Só Para Baixinhos 6 – Xuxa Festa, promoveu um remix de antigos sucessos. O projeto agradou tanto às crianças quanto aos pais que cresceram acompanhando sua carreira.

Em 2005, estreou o TV Xuxa, uma atração mais moderna, com games, novos quadros e direção de Jorge Fernando.

Em 2012, Xuxa marca presença novamente no Grammy Latino como a única brasileira da categoria Melhor Álbum Infantil, com o XSPB 11. Esta já é a quinta indicação da série Xuxa Só Para Baixinhos.

 

 

Rompimento e retorno a gravadora Som Livre

Na carreira musical, Xuxa deixou a Som Livre, assinando com a Sony Music. Estima-se que o valor do contrato foi de R$ 10 milhões. Pela Sony Music, Xuxa lançou o 9º título da série Xuxa Só Para Baixinhos, intitulado Natal Mágico e em 2010 a 10ª edição do XSPB, intitulado "XSPB 10 - Baixinhos, bichinhos e mais" o álbum vendeu em 1 mês a quantidade necessária para se tornar o DVD mais vendido de 2010 no Brasil.

Em outubro de 2010 Xuxa deu uma entrevista explicando seu rompimento com a "Som Livre" a apresentadora alegou que sua então gravadora, lhe estava fornecendo um orçamento apertado para o tamanho dos seus projetos.

Em maio de 2014, após cinco anos na Sony Music, Xuxa retorna à Som Livre. Em nota divulgada à imprensa, a gravadora relata que corrige um dos principais erros da história da empresa: “não manter uma das maiores artistas do país.”

 

 

Números

Na indústria fonográfica, os produtos lançados com a marca Xuxa também tiveram boas vendagens. Xuxa gravou dezenas de discos, muitos para o mercado latino, conquistando discos de ouro, platina e diamante. Com as músicas gravadas, saiu em turnês pelo Brasil que foram vistas por milhões de pessoas.

No Natal de 1986, a apresentadora recebeu seu oitavo disco de platina, prêmio concedido a cada 250 mil cópias vendidas. O LP Xou da Xuxa, da gravadora Som Livre, já havia vendido até então mais de dois milhões de cópias, batendo o recorde sul-americano de vendagem de um só disco. Xuxa vendeu mais do que Roberto Carlos naquele ano. Nos anos seguintes, a apresentadora ainda lançou mais seis discos, como Xou da Xuxa 2 e 3, além de ter gravado dois LPs com suas músicas traduzidas para o espanhol, que chegaram a vender 2,4 milhões de cópias.

De 1989 a 1996, Xuxa havia vendido 18 milhões de discos, tornando-se a campeã latino-americana de vendas. Além disso, de 1987 até 1997, foram vendidas cerca de dez milhões de bonecas e 15 milhões de pares de sandálias da Xuxa.

Xuxa gravou cerca de 915 músicas, que em forma de LPs, CDs, K7s, DVDs e Blu-Ray venderam mais de 45 milhões de copias e renderam, apenas no Brasil, 400 discos de ouro. Nos programas diários usou mais de 7.050 roupas diferentes, 965 perucas, mais de 615 sapatos, 125 sandálias e milhares botas. Nos programas Xuxa usou 264 microfones, gravou mais de 16 mil horas de programas exibidos na TV Globo. Xuxa levou mais de 37 milhões de pessoas para ver seus filmes no cinema, foi capa de mais de 2.600 revistas, seu site oficial, o Xuxa.com recebe mais de 4,5 milhões de visitas, por ano.

O “Parabéns da Xuxa”, hit lançado nos anos 80, se mantém no posto da segunda música mais tocada nas festinhas de aniversário realizadas em casas de festas, segundo o ranking do Ecad, órgão responsável pela arrecadação e distribuição de direitos autorais.

Xuxa tem quatro entre os dez discos mais vendidos da historia do Brasil.

A vendagem do Xou da Xuxa 3 colocou Xuxa no Guinness Book. Xuxa ganhou mais de 31 mil presentes dos seus 200 fãs clubes apenas nos 7244 dias (20 anos) de TV Globo. Foi apontada pela revista Veja em 2002 como a artista mais rica do Brasil, com um patrimônio estimado em R$ 250 milhões naquele ano. A soma inclui mais de 40 milhões de reais por ano, com os produtos de sua marca; fora o salário recebido mensalmente pela Rede Globo de 2,5 milhões de reais. Segundo a mesma revista, os ganhos de Xuxa a colocam no patamar de artistas de Hollywood como Julia Roberts e Keanu Reeves. Xuxa está em primeiro lugar na lista dos artistas que mais faturaram nesses últimos dez anos (1998-2008).

A série audiovisual “Xuxa só para Baixinhos” já vendeu mais de oito milhões de cópias e conquistou cinco indicações e dois Grammy Latino como “Melhor Álbum Infantil”. 

Em 2012, Associação Brasileira dos Produtores de Discos divulgou a lista dos DVDs mais vendidos do país. Segundo a ABPD, Xuxa emplacou dois DVDs entre os dez mais procurados de 2011, o XSPB Volume 1 ao 8 (sexto lugar) e XSPB 11 (nono lugar).

 

 

 

Empreendedorismo

Fundada em novembro de 1982, a Xuxa Promoções e Produções Artísticas Ltda. é responsável por tudo o que está relacionado ao licenciamento do nome Xuxa. A empresa detém, comi m exclusividade, os direitos de comercialização da marca, imagem e voz da artista no Brasil e no mundo. Atualmente, são mais de 200 produtos para crianças e adultos que levam o nome da estrela. A linha inclui brinquedos, roupas, cosméticos infantis, chicletes, perfumes e material escolar, entre outros artigos.

A Xuxa Produções também funciona como a pessoa jurídica que representa a artista em seus contratos. De 1986 a 2015, a empresa foi contratada da Rede Globo, na qual Xuxa fazia parte do elenco exclusivo.

Desde janeiro de 2015 que a Xuxa Produções é contratada da Rede Record.

 

 

Licenciados

Com centenas de produtos licenciados, Xuxa é uma das maiores licenciadoras do Brasil. Xuxa está nas prateleiras e lojas de todo o mundo com as marcas "XUXA" e "Turma da Xuxinha", que se consolidam como sinônimo de inovação e qualidade.

A parceria com a marca de sapatos Grendene, existe desde 1986 e atualmente possui uma média de dois lançamentos anuais.

Desenvolvida para o público-alvo de 0 a 6 anos, a "Turma da Xuxinha" entrou para o mercado de licenciamentos em 1997 com a linha de higiene e perfumaria Baruel. A marca hoje licencia dezenas de produtos, além de marcar presença nos projetos da Xuxa na TV, cinema, shows, jornal e internet.

A presença da marca "XUXA" no segmento de brinquedos eletrônicos é cada vez mais forte, o laptop da Xuxa é um dos brinquedos mais vendidos do mundo, a marca "XUXA" também está presente em máquinas filmadoras, MP3 players, relógios entre outros.

Atualmente as marcas "XUXA" e "Turma da Xuxinha" englobam os segmentos brinquedos, higiene pessoal e hospitalar, beleza, editoria, alimentos, moda e produtos para pet shop. Além do parque de diversões "O Mundo da Xuxa".

 

 

Outros empreendimentos

Além da Xuxa Produções, Xuxa aplica sua fortuna no grupo empresarial "Xuxa International Corporation" que engloba as empresas: O Mundo da Xuxa (parque de diversões), Bicho Comeu (grife infantil), Beijinho beijinho (promoções artísticas), Xuxa Store (loja de produtos licenciados), Lar's Empreendimentos (investimentos imobiliários), Xuxa Corporation (investimentos internacionais) e as fazendas "MG Meneghel" e "Irmãos Meneghel" (agropecuária, agricultura, floricultura e fruticultura). "Casa X" (casa de Eventos).

 

 

Fatos sobre sua carreira

  • Xuxa também participou do evento Globo 40 Anos. A rainha cantou a música Doce Mel junto com sua amiga Ivete Sangalo.
  • Em 1987, o Globo Repórter mostrou os bastidores do Xou da Xuxa. O repórter Pedro Bial foi ao Playcenter com a rainha, que estava disfarçada com uma peruca. Ele narrou o encontro dela com o então presidente do Brasil José Sarney e o passeio de lancha com a família e as Paquitas. Glória Maria ainda exibiu um clip com os diversos amigos da Xuxa cantando para ela.
  • Em 1990, Xuxa participou do Roberto Carlos Especial. Ela cantou Ilariê e O Boto Rosa, além de Estrela Guia junto com o rei.
  • Em 1999, na 1ª edição da mostra de decoração Casa Cor Ceará realizada em Fortaleza, a cantora foi homenageada com o ambiente "Atelier da estilista da Xuxa" assinado pelo arquiteto Sergei de Castro. A rainha dos baixinhos visitou o primeiro dia da mostra, só para convidados.
  • Em 2004, foi feita uma homenagem ao piloto de Fórmula 1 Ayrton Senna. Xuxa esteve presente no especial Senna in Concert, e, muito emocionada, discursou.
  • Xuxa foi uma das 49 pessoas escolhidas pelo Comitê Olímpico Brasileiro e prefeitura do Rio de Janeiro para conduzirem a passagem da tocha olímpica das Olimpíadas de Atenas pelo Rio em 2004.
  • Em 2006, aos 20 anos de TV Globo, o Fantástico exibe uma matéria sobre os seus 20 anos na emissora, além de falar bastante das Paquitas, símbolo das programas da rainha.
  • Em 2009, Xuxa foi a grande homenageada no 37.º Festival de Gramado. A apresentadora ganhou um Kikito - o troféu do festival - pelos seus mais de 16 filmes infantis ao longo da carreira. Ao chegar para o evento, Xuxa causou frisson no tapete vermelho, ao lado de Luciano Szafir
  • Em 2012, foi eleita pela Revista Época uma das 100 personalidades mais influentes do Brasil.
  • Segundo a revista norte-americana Forbes, Xuxa recebe anualmente só de salario pago pela TV Globo 10 milhões de dólares, ainda segundo a publicação, seu contrato de trabalho com a emissora carioca é automaticamente renovado de quatro em quatro anos. 
  • Aos 49 anos, Xuxa apareceu na lista das 25 mulheres mais sexy do Brasil, feita pela Revista IstoÉ Gente
  • Em maio de 2013, a TV Bandeirantes foi condenada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) a pagar uma indenização de 1,1 milhão de reais à apresentadora. O STJ julgou indevida a veiculação de fotos em que Xuxa aparece nua no programa Atualíssima da emissora em 2008. As imagens haviam sido publicadas pela Playboy antes de Xuxa se lançar como apresentadora de programas infantis, no início dos anos 1980. O STJ, portanto, rejeitou pedido da emissora para rediscutir o valor da indenização estabelecido pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), em 2011. Essa foi a segunda vitória de Xuxa no processo, iniciado há cinco anos. Em junho, a Justiça do Rio determinou o bloqueio da conta principal da Band, a pedido da apresentadora.
  • No ano de 2013 foi eleita pela revista Forbes, a 17ª celebridade mais influente do Brasil no ano.

No dia 22 de Dezembro de 2015, Xuxa publica fotos mostrando seu peito, onde vários internautas criticam-a e a apresentadora rebate:

Gente, vcs estão buscando coisa onde não tem.. Querem ver o meu peito?? Googa aí anos 80,capas , fotos um monte... E não esqueçam q vivemos no pais do carnaval onde peito e bumbum faz parte fa festa... Por tanto menos gente, menos. (Xuxa em sua Rede Social).

 

 

 

2015- presente: Saída da Rede Globo e nova fase

 

Em 05 de março de 2015, após 29 anos de TV Globo e fora do ar há mais de um ano com o fim do TV Xuxa, a apresentadora assina com a Rede Record. Xuxa e a TV Globo haviam rompido amigavelmente o seu contrato em dezembro de 2014. A chegada de Xuxa na sede da emissora foi transmitida ao vivo pelo Programa da Tarde,a emissora organizou um dos maiores eventos de sua história com diversos links com os fãs na porta de sua sede, em São Paulo, a movimentação dos funcionários e a assinatura de contrato com a presença da alta cúpula da emissora e de jornalistas de diversos meios de comunicação, em uma coletiva de imprensa montada especialmente para a loira no Teatro Record. Esta foi considerada uma das maiores contratações da história da emissora, segundo sites especializados em TV.

Após muitas especulações sobre como seria e em que horário seria exibido, a apresentadora estreou o Xuxa Meneghel, um programa homônimo, em 17 de agosto de 2015 nas noites de segunda-feira da RecordTV. O programa, exibido direto do RecNov, era inspirado no The Ellen DeGeneres Show e mesclava entretenimento, diversão, emoção, humor, atrações musicais, entrevistas, games e reportagens especiais. A atração também abria espaço para o telespectador interagir pelas redes sociais. Seu último episódio foi ao ar em 19 de dezembro de 2016.

 

 

Depois de ter seu lançamento adiado várias vezes, a Som Livre lançou em dezembro de 2016, o décimo terceiro volume do Xuxa Só Para Baixinhos. Gravado em 2014, e previsto para ser lançado em setembro de 2016, o XPSB 13 rendeu a Xuxa uma indicação ao Grammy Latino, porém por ter sido lançado fora do prazo estipulado, foi desclassificado pela Academia Latina da Gravação.

 

Em 3 de abril de 2017, Xuxa estreou o programa Dancing Brasil, uma versão brasileira do programa estadunidense Dancing with the Stars, produzido pela Endemol Shine e exibido pela RecordTV.

 

Recentemente, Xuxa anunciou o lançamento nacional da sua nova turnê de shows, intitulada de XuChá, e baseado na tradicional festa Chá da Alice.

 

 

 

EXTRAÍDO DO WIKIPÉDIA